Crédito Agrícola I Dia Sempre Sustentável

Objetivo

Este concurso tem o objetivo de promover um futuro mais sustentável, o Crédito Agrícola desafia todas as Entidades da Economia Social, a operar em Portugal Continental ou nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, e que sejam clientes do CA, a criar e a implementar projectos de impacto positivo no ambiente, nomeadamente nas áreas da descarbonização, economia circular ou da proteção e restauro dos ecossistemas naturais.

Elegibilidade

Apenas poderão candidatar-se ao presente Concurso as EES que se enquadrem na Lei n.º 30/2013, de 8 de Maio e que preencham os seguintes requisitos:
a) Sejam Clientes ou da Caixa Central ou de alguma das CCAM, suas Associadas;
b) Estejam legalmente constituídas, devidamente registadas e a operar em Portugal Continental ou nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira;
c) Pretendam desenvolver um projecto na área da descarbonização, da economia circular ou da protecção e restauro dos ecossistemas naturais.

Tipos de Projetos Apoiados

Contribuição para a descarbonização através de:
– Existência de auditorias energéticas e identificação de melhorias a realizar;
– Aquisição de painéis fotovoltaicos para produção fotovoltaica e autoconsumo;
– Existência de isolamentos térmicos das paredes dos edifícios, janelas e telhados;
– Aquisição de iluminação mais eficiente;
– Aquisição de equipamentos para substituição do uso do Gás e/ou promoção da eletrificação total dos edifícios;
– Aquisição de viaturas elétricas (bicicletas, trotinetes, veículos);
– Outro fatores que contribuam para baixar o consumo energético e/ou contribuam para baixar as emissões de CO2.

Contribuição para a economia circular, através de:
– Existência de auditorias ao consumo de materiais, gestão da água e gestão de resíduos, identificar oportunidades de melhoria na gestão;
– Aquisição de equipamento em segunda mão e/ou reparado/recauchutado
– Adoção de técnicas e equipamentos de reparação e re-fabricação de materiais e bens;
– Criação de soluções de redução de consumo;
– Adoção de técnicas de reintegração;
– Outros projetos que contribuam para o eco-design, reutilização, reparação, re-fabricação, regeneração e produção mais sustentável

Contribuição para a proteção e restauração de ecossistemas naturais, através de:
– Plantação de árvores, regeneração e gestão sustentável de florestas;
– Proteção de rios, lagos e zonas envolventes;
– Pastagens semeadas biodiversas;
– Proteção e conservação de pradarias marinhas, sapais e florestas de Kelp;
– Melhoria dos ecossistemas urbanos;
– Outros projetos que contribuam para a manutenção e proteção dos serviços dos ecossistemas.


Atribuições de Prémios

São atribuídos 4 prémios monetários, no montante de 10.000,00€ cada um, sendo divididos da seguinte forma:
– 1 EES da Região Norte – 10.000,00€
– 1 EES da Região Centro – 10.000,00€
– 1 EES da Região Sul – 10.000,00€
– 1 EES da Região Autónoma dos Açores ou da Madeira – 10.000,00€

Candidaturas abertas até 11 de Novembro

Scroll to Top
Scroll to Top
Chat
1
Scan the code
Olá!
Podemos ajudar?